Dona Marinete Amálio, 57 anos, foi atropelada nesta segunda, 16/01, por volta das 18:30 na pista de descida da Rodovia Presidente Dutra, em frente ao Posto Marajoara.

Ela era morava na Rua Saúva, no Bairro São Cristóvão, e foi facilmente reconhecida por estar portando carteira de identidade.

Momento em que a sobrinha Thaísa reconheceu o corpo de D. Marinete.

O carro que matou D. Marinete não foi identificado. A Polícia Rodoviária, que controlava o trânsito no local, feito em uma pista, aguardava a perícia para autorizar a remoção do corpo. No momento em que fizemos essa foto, 20 minutos após a tragédia, havia um engarrafamento de mais de 2 (dois) quilômetros.

Dona Marinete Amálio, 57 anos, moradora da rua Saúva, no Bairro São Cristóvão

Ao longo dos últimos anos foram registradas dezenas de mortes naquele local. Existe na CCR Nova Dutra, há mais de 15 anos, o projeto de uma passarela sobre a Dutra, em frente ao Marajoara, ligando os bairros Meu Ranchinho e São Cristóvão; mas nunca saiu do papel.




COMENTÁRIOS