A situação continua crítica na área externa e entorno do Complexo Penitenciário de Japeri.

Nesta quarta, 11/01, por volta das 19:30, bandidos deram tiros de fuzil contra um agente penitenciário que guardava uma das quatro guaritas da Casa de Custódia Cotrim Neto.  Eles estavam perto da Linha Férrea auxiliar, a mais de 200 metros do muro do presídio. Na hora, o agente estava filmando o local. Ele deitou-se no chão da guarita, que não é blindada, para se proteger, e não foi atingido.

Uma hora mais tarde, dois bandidos numa moto pararam a cerca de 100 metros da mesma guarita. Um deles desceu e apoiou o fuzil sobre a moto para atirar no agente, que já era outro; mas, antes que o bandido atirasse, ele reagiu, abrindo fogo contra eles, que bateram em retirada.

Policiais do 24º BPM têm feito a proteção e rondas no entorno do Cotrim Neto, desde os ataques dos bandidos aos agentes penitenciários no final da semana passada.

Desde os episódios ocorridos no final da semana passada, que provocaram a mobilização dos agentes penitenciários, exigindo segurança para a chegada e saída do local de trabalho, duas viaturas do 24º BPM vem fazendo ronda preventiva nos arredores dos presídios. Mas é só as viaturas saírem para os bandidos aparecerem. Foi assim nesta quarta-feira, .  Aproveitaram o intervalo da troca de viaturas para atentarem contra os agentes.

Até o momento em que fechávamos essa matéria, apesar dos apelos dos agentes penitenciários a todas as autoridades, apenas policiais do 24º BPM acorreram em seu socorro.

Eles reclamam da omissão do subcoordenador Brandão (o Coordenador Rafael está de férias) que, ao invés de se mexer pela segurança dos subordinados, nada faz; apenas mostra-se ressentido com as críticas que recebe.

Também a cúpula da SEAP – Secretaria de Estado de Administração Penitenciária – tem reagido muito timidamente diante da gravidade dos fatos.

Os agentes estão se mobilizando para uma paralisação nesta quinta, 12/01. Muitos ameaçam não assumir o serviço por conta da total insegurança.

A revolta é crescente.

Num ‘print’ do vídeo feito pelo agente dá para ver ao longe um dos bandidos atravessando a linha do trem.

COMENTÁRIOS