O Deputado Zaqueu Teixeira enviou resposta à matéria publicada pelo PORTAL QUEIMADOS que noticia a presença de seu nome em Planilha encontrada na casa do Deputado preso Edson Albertassi, ex-líder do governo na Alerj, pela força-tarefa da Lava Jato. (Clique aqui para ler)

Zaqueu afirma que não é suspeito, não é acusado e sequer arrolado para prestar qualquer esclarecimento e que seu nome aparece na lista “por ter indicado currículos para ocupar cargos em órgãos públicos e não por questões que o tornem suspeito.

Segue abaixo na íntegra o texto do Deputado Zaqueu Teixeira, também anexo, por ‘direito de resposta’, à matéria original.

“Caro Ismael Lopes, jornalista responsável pelo Portal de Queimados,

a respeito da matéria postada em 20 de dezembro de 2017, sob o título ‘Zaqueu Teixeira está entre os deputados sob suspeita em investigação da Lava-Jato‘, gostaríamos de esclarecer que o deputado Zaqueu Teixeira (PDT) não é suspeito, não é acusado e sequer foi arrolado para prestar qualquer esclarecimento em nenhuma fase da citada operação.

De acordo com fatos divulgados por telejornais, uma vez que esta foi a única fonte na qual o senhor baseou o texto publicado no Portal de Queimados, o nome do parlamentar aparece numa lista por ter indicado currículos para ocupar cargos em órgãos públicos e não por questões que o tornem suspeito.

Queremos informar também que o deputado Zaqueu Teixeira (PDT) não conduz o mandato, concedido pelo povo, conforme distribuição de cargos, isso não define como o parlamentar vota e atua. Indicações não são atos ilícitos, são públicas e seguem princípios comuns na Administração Pública.

Zaqueu Teixeira não se nega, quando sou procurado por pessoas que estão em busca de trabalho, a fazer os encaminhamentos para os vários locais, inclusive para empresas privadas.

Deixamos claro que dos nomes elencados na lista mostrada pela imprensa há pessoas que nunca foram contratadas, outros foram contratados e desistiram do emprego e muitos encaminhamentos sequer seguiram adiante. A permanência dos poucos que foram aproveitados nos postos de trabalho se deve, única e exclusivamente, ao bom serviço prestado aos órgãos.
Dos nomes apresentados como das relações de Zaqueu Teixeira, apenas quatro seguem nas ocupações para que foram contratadas: três no Detran, sendo um atendente, um setor identificação e outro de documentação (burocracia) e a quarta pessoa na Fundação Leão XIII.

Vale esclarecer também que na lista, que o Portal de Queimados usa como base, consta o Faetec/CVT, como indicação do deputado Zaqueu Teixeira, que esclarece não ter qualquer ligação. Basta ver que o posto é ocupado por Simone de Holanda, esposa do ex-secretário e vice-prefeito dos governos Max.

Deputado Estadual Zaqueu Teixeira”

Esclarecimento do PORTAL QUEIMADOS

Cabe esclarecer que em nossa notícia tivemos o cuidado de não citar nomes de pessoas indicadas para os cargos, até porque elas não têm qualquer responsabilidade sobre a indicação, e os cargos que citamos são os constantes da Planilha divulgada pela força-tarefa da Lava-Jato, publicada na íntegra pelo Portal G1.

Clique aqui para conhecer a Planilha, na íntegra, com a distribuição dos 880 cargos.


COMENTÁRIOS