O Tribunal Popular da Baixada Fluminense trará como tema de discussão no dia 11/09, o ‘Genocídio da Juventude negra’. A escolha do tema desse evento, que acontecerá de 14h às 18h30, na Praça do Pacificador (Duque de Caxias) e já conta com mais de 100 (cem) interessados, se deu por conta da indignação de movimentos populares diante da impunidade do Estado acerca dos altos índices de morte e violência contra a população negra.

Segundo a publicação do Carta Capital, do dia 05 de junho de 2017, com base nos dados publicados no Atlas da Violência 2017, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada  (IPEA), “[…] A população negra corresponde a maioria (78,9%) dos 10% dos indivíduos com mais chances de serem vítimas de homicídios. Atualmente, de cada 100 pessoas assassinadas no Brasil, 71 são negras. De acordo com informações do Atlas, os negros possuem chances 23,5% maiores de serem assassinados em relação a brasileiros de outras raças, já descontado o efeito da idade, escolaridade, do sexo, estado civil e bairro de residência […]”.

O evento tem por objetivo “Ser um espaço/iniciativa de denúncia do Estado Racista Brasileiro e fomentar a perspectiva de um sistema de justiça menos racista”. Vinte e seis organizações se mobilizaram para realizar esta iniciativa.

 

COMENTÁRIOS