O IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que mede a qualidade da aprendizagem e estabelece metas para a melhoria do ensino no país, aponta que no ano de 2017 a rede estadual de ensino de Queimados foi a segunda pior do Estado, enquanto que a rede municipal avançou bastante, principalmente no primeiro segmento do ensino fundamental, mas ficou aquém das metas projetadas.

O DESEMPENHO DO ENSINO MÉDIO NO ESTADO DO RIO E EM QUEIMADOS EM 2017 FOI PÍFIO

O Estado do Rio de Janeiro teve um péssimo desempenho na avaliação do ensino médio no ano de 2017 (3,3), ficando 3 décimos abaixo da avaliação de 2015 (3,6) e oito décimos abaixo da meta projetada (4,1), caindo do 6º para o 16º lugar no ranking nacional, empatado com Alagoas, Amazonas, Piauí e Roraima. Goiás, Espírito Santo e Pernambuco ocupam, respectivamente, os três primeiros lugares do ranking.

O ensino médio no município de Queimados, ministrado pela rede pública do estado,  teve em 2017 um desempenho muito ruim (3.0),  obtendo o segundo menor Ideb do Estado,  acima somente de Mangaratiba (2,8) e empatado com Duque de Caxias.  Teve desempenho pior do que  Japeri (3,1),  Belford Roxo (3,2),  Nova Iguaçu (3,2) e  Mesquita (3,2).

Também o desempenho da cidade do Rio de Janeiro, sob o comando de Marcelo Crivela,  foi vergonhoso: 3,1.

Os melhores índices da Baixada Fluminense para o ensino médio ficaram com Paracambi( 3,9), Seropédica (3,8), Guapimirim (3,8)  e Nilópolis (3,6).

Das quatro escolas estaduais de Queimados que pontuaram para o IDEB,  o melhor desempenho ficou com o C. E. São João, que obteve Ideb 4,5, acima da média prevista para o ensino médio no Estado do Rio: 4,1.  Em seguida vem a C. E. Dom Bosco, com 3,0, Ciep 396 – Luiz Peixoto, com 2,8 e, finalmente, CIEP 346 – Belarmino Alfredo dos Santos, com 2,7.

QUEIMADOS TEVE SEU MELHOR DESEMPENHO EM 2017 NO 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL, MINISTRADO NA REDE PÚBLICA MUNICIPAL

O melhor desempenho do município de Queimados no IDEB 2017 foi no primeiro segmento do Ensino Fundamental (avaliação da 4ª Série / 5º ano) da rede pública municipal, onde o município obteve o maior Ideb  desde que o índice foi criado: 5,0;  seis décimos acima de 2015 (4,4) e um ponto ou dez décimos acima de 2013 (4,0) . Mas ainda assim não atingiu a meta prevista para 2017, que era de 5,4. Para 2019 a meta é mais difícil ainda: 5.6.

Nesse segmento, as escolas que mais se destacaram foram a E. M. Luiz de Camões, que conseguiu a maior pontuação 5,9, 1 ponto ou 10 décimos acima da meta projetada (4,9); a E. M. Prof. Joaquim de Freitas também com Ideb 5,9, oito décimos acima da meta projetada (5,1); a E. M. Ubirajara Ferreira, também com Ideb 5,9 e cinco décimos acima da meta projetada (5,4);   a E. M. Tiradentes, com Ideb 5,7, seis décimos acima da meta projetada (5,1); e a E. M. Ana Maria Perobelli, com Ideb 5,0, dois décimos acima da meta projetada (4,8).
Importante destacar que todas as escolas da rede pública municipal melhoraram seu desempenho no Ideb de 2017 em relação ao Ideb de 2015.

NO 2º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL QUEIMADOS MANDOU BEM NA REDE PÚBLICA MUNICIPAL E DEU UMA LIGEIRA MELHORADA NA ESTADUAL

O Ideb do segundo segmento do ensino fundamental em queimados para 2017  (8ª série /9º ano) foi bom na rede pública municipal (4,1), aumentando sete décimos em relação ao Ideb de 2015 (3,3) ,mas ficou também aquém da meta projetada: 4,7.

Das escolas da rede pública municipal que trabalham com o segundo segmento,  a  que melhor desempenho teve foi a E. M. Scintilla Exel com Ideb 4,6, seguida pela Joaquim de Freitas (4,3), a Leopoldo Machado (4,2) e a Senador Nelson Carneiro. Todas as sete escolas da rede municipal melhoraram o Ideb do segundo segmento em relação à avaliação anterior (2015).

Também a rede pública estadual em Queimados melhorou seu desempenho no segundo segmento do ensino fundamental, passando de um Ideb 3,4 em 2015 para 3,6 em 2017, embora também não tenha alcançado a meta mesmo projetada que era de 4,4.

Também neste segmento a C. E. São João foi o destaque da rede pública estadual, com Ideb 4,5. Veja como foi o desempenho das escolas estaduais de Queimados em 2017. 

 

 

 

COMENTÁRIOS