Policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, sob o comando do Delegado Daniel Rosa, prenderam ontem, segunda-feira, 29/10,  Sergio Bento de Medeiros, 45 anos, e seu filho Keven Porto de Medeiros, de 19 anos, acusados pela morte do Cabo PM Adriano Góes Lisboa, ocorrida na noite do domingo, 21/10, após uma discussão no trânsito no bairro Barro Blanco, em Santa Cruz da Serra, Distrito de Duque de Caxias-RJ.

O cabo Góes, 36 anos, que era lotado na UPP do Morro da Formiga, na Tijuca, Rio de Janeiro, foi alvejado por diversos tiros e chegou a ser levado ao Posto de Saúde de Parque Equitativa, em Santa Cruz da Serra, onde já deu entrada morto.

Após investigações e incessantes buscas por parte de policiais da DHBF em seus endereços Sérgio e Kevin se entregaram.

Segundo o Dr. Daniel Rosa, Delegado do DHBF responsável pelas prisões, “a troca de informações com a 62ª DP e o Disque-Denúncia foram cruciais na busca pelo paradeiro dos assassinos”.

Cabo PM Adriano Góes, morto em discussão no trânsito em Duque de Caxias, estava na corporação há 9 anos.



COMENTÁRIOS